PopMind

Muito do nosso processo de decisão acontece de forma automática e é baseado em informações localizadas na memória de longo prazo que, de forma automática, são resgatadas para a memória de trabalho (ou memória de curto prazo). São associações implícitas que realizamos com produtos e marcas e que orientam inconscientemente nosso processo de decisão. 

Se questionarmos as pessoas a respeito das motivações, crenças e  atributos que elas associam a determinadas marcas e produtos, muito desta estrutura automática de decisão é desconhecida da parte consciente. Assim, a forma de entender como uma determinada marca ou produto é associado no processo automático de decisão do consumidor é através da metodologia IAT (Implicit Association Test).

O IAT mensura as atitudes, crenças e associações que os consumidores possuem, mas são incapazes de relatar em entrevistas de pesquisa de mercado convencionais. Por meio destes testes consegue-se identificar padrões comuns de comportamento e possibilita que as marcas e seus produtos consigam identificar o que realmente move o consumidor, de forma inconsciente. 

 

Como funciona?

Consiste em testes psicológicos, onde o centro da avaliação está o que é respondido e, sobretudo, o tempo que o entrevistado demora em responder. Estamos falando de tarefas que são cronometradas na razão de milissegundos. Imagine que uma marca é apresentada ao consumidor em uma tela, por alguns segundos, e depois dois adjetivos que podem caracterizar esta marca. Aquele que o entrevistado responde com maior velocidade possui característica dominante em sua mente. 

Este tipo de estudo é realizado de forma amostral, em uma perspectiva quantitativa (grandes amostras), que proporciona identificar padrões cognitivos em termos de comportamento do público alvo. 

Open Menu